Agora ela era bixo

Agora ela era bixo, pode?

Aquela menina magricela do cabelo de bombril que, por artimanhas com a diretoria da escola (era o que diziam) foi jogada na 2º série do Fundamental, quase sem passar pela primeira.
Coitada!
Vieram os apelidos.
– Aêêê, “primeira série”! Sabe soletrar a palavra BOCHECHUDA sem errar?

Ela não sabia. Mas acabou aprendendo, pela força do hábito.
Agora ela era bixo, pode?

Aquela estranha que se vestia da cabeça aos pés de vermelho, sentava na primeira carteira, de cara com a professora e mesmo assim falava pelos cotovelos. Na reunião bimestral de pais era sempre a mesma coisa:
– Ela tem ótimas notas, só precisa calar a boca.

Ela não calou. Força do hábito.
Agora ela era bixo, pode ?

Aquela vizinha esquisita, não brincava com as garotas da mesma idade, vivia em casa, trancada à chave, o que gostava fazia lá dentro? Ninguém sabe.
– Oxem,tinha era se entrosar, parece até bicho do mato!

Ela não se entrosou. Eles estavam certos.
Força do hábito?
Agora ela era bixo.

___

Me perguntaram o que eu espero do 1º dia de Faculdade.
Resposta:
– De verdade? Só espero que não me pintem muito 😉