Miniconto 158* – Delírio

Quase no fim, quando ela gemeu daquele jeito, ele soube que o filho da puta do vizinho estava participando indiretamente da noite.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *