A série “Minicontos de A-Z”

Me empolguei com isso de escrever coisas coerentes com palavras começadas com a mesma letra. (ahn??!).
Daí ontem me deu a louca e eu escrevi uns minicontos, da letra A até a G, com (quase) todas as palavras começando com a “letra do dia”. Serão 23 deles, porque eu descartei as letras K, W, Y, é claro. (tente você escrever uma mini-história coerente com palavras que comecem com essas letras… é maçante! Aí perde o espírito da coisa).

É isso. Daqui pro final da “Série Minicontos de A-Z” eu faço os da letra G em diante. Se eu não conseguir por algum motivo, eu altero o título desse post e fica tudo certo 😉

A Proposta

— Casar?
— Casar.
— Só com casa.
— Casa?
— Pra casar.
— Se casar, vai coser?
— Casualmente.
— Sua coisa..
— Coisa?
— …
— Assim não caso.
— Ah…!. casa…?
— Caso. Se..
— Que coisa?
— A casa.
— Cozinhar?
— Caso sério…
— Cacete! Coisa nenhuma?
— Uma coisa.
— ?
— C*
— Casaremos.
— Com casa?
— Com tudo!

Branquitude

A mãe o encontrou mergulhado na bacia de água sanitária. Desesperada, tratou logo de puxá-lo de qualquer jeito para fora d’água. Foi difícil.
O garoto esperneava, chorava e se jogava de novo e de novo na bacia, reclamando aos gritos que ainda não dera tempo de ficar branco e limpo como tinha prometido aos ídolos mirins da escola.